Pular para o conteúdo principal

História de uma formiguinha...

Era uma vez num reino tão tão distante (no Acre...rs) onde havia uma formiguinha que nasceu num grande formigueiro, governado por uma vaidosa Rainha que
colocava em ordem e disciplina toda colônia de formigas de seu reino. Entre elas havia uma formiga chamada Haley que cresceu nesse formigueiro, aprendeu todos os ensinamentos e regras do formigueiro,
 seguiu trabalhando duro e ajudando na organização do formigueiro, desempenhando sua função por anos a fio. Porém num determinado dia se encontrou com formigas que não pertenciam a este formigueiro, como ela era muito cordial, fez amizades com todas.
Para não virar um "formigalhaço", vamos chamar estas formigas que viviam fora do formigueiro de estrangeiras.
Haley então levou as amigas estrangeiras para seu formigueiro, ensinou todas as regras, e dividiu funções entre elas. Porém, as estrangeiras tiveram muita dificuldade de se adaptarem, pois não haviam crescido com os ensinamentos do formigueiro, por fim acabaram por não se adaptarem, e desistiram de viver no formigueiro de maneira fixa.
Haley não contente com isso, buscou várias maneiras de convencer as estrangeiras de que a vida no formigueiro era bem melhor, e segundo a rainha, a convivência dessa maneira disciplinar não era uma opção, mas uma obrigação divina!
Enfim Haley resolveu desenvolver e aplicar seus conhecimentos de uma maneira diferenciada, tentou difundir as idéias do formigueiro para fora, mas não da maneira como era difundida porque percebeu que não funcionava, porque dentro do formigueiro as idéias foram plantadas na mente das formiguinhas desde seu nascimento, e fora do formigueiro as estrangeiras questionavam alguns hábitos e tinham dificuldade de se adaptarem. Mesmo assim Haley não desistiu e de uma maneira brilhante conseguia ensinar e disciplinar as estrangeiras, mas, isso só foi possível fora do formigueiro.
Porém Haley teve que pagar um preço alto para isso, pois aos olhos da Rainha, Haley estava sendo indisciplinado, pois deixara de lado suas obrigações dentro do formigueiro para atuar do lado de fora, o que a levou a condená-lo por heresia. Como sentença, o condenou a seguir suas obrigações à força somente dentro do formigueiro, sem poder jamais sair novamente. Além disso Haley foi difamado por toda a colônia e recebia a pior tortura de todas: a psicológica.
Haley não teve outra escolha senão a de arquitetar um plano para fugir daquela colônia, foi então o que ela fez, e assim pode viver de uma maneira na qual podia seguir seus verdadeiros ideais.

Fim

Se Haley fosse humano, seria condenado à morte em muitas sociedades. O simples fato de não seguir preceitos ou doutrinas de uma sociedade incomoda muita gente, até mesmo Jesus Cristo foi um homem que não seguiu as regras de sua "colônia" e acabou condenado pelos fariseus ,saduceus e herodianos (cúpula judaica da época), e executado pelos regentes romanos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adquira já o CD "Isis e outras versões"

O CD "Isis e outras versões" pode ser adquirido com frete gratuito através dos links abaixo:

Mercado Livre

Cifra e tablatura para viola da música Luar do Sertão de Tonico e Tinoco

CLIQUE AQUI PARA VER A LISTA COMPLETA DE CIFRAS E TABLATURAS INÉDITAS!
Henrique de Falla é professor de viola na escola de música em São Bernardo do Campo Espaço Livre Musical. Localizada na Av. Prestes Maia, 1187 - sobreloja  Tel. +55 11 3380-1717
Acesse:
http://www.espacolivremusical.com.br
http://www.henriquedefalla.com


Cifra e tablatura corrigida da música Índios do Legião Urbana

CLIQUE AQUI PARA VER A LISTA COMPLETA DE CIFRAS E TABLATURAS INÉDITAS!
Henrique de Falla é professor de violão na escola de música em São Bernardo do Campo Espaço Livre Musical. Localizada na Av. Prestes Maia, 1187 - sobreloja  Tel. +55 11 3380-1717

Acesse:
http://www.espacolivremusical.com.br
http://www.henriquedefalla.com